Sujeito Periferico

by Tita Reis

/
1.
04:54
2.
3.
03:34

about

Em luta! Muita caminhada pra um sujeito periférico fazer seu próprio CD.
Mas, atenção. Aqui não encontraremos somente o trabalho de um sujeito, mas a síntese poética de muitos e muitas periféricos.
Tita Reis materializa nas faixas delicadas de Sujeito Periférico a beleza e radicalidade de sua trajetória singular e ao mesmo tempo universal (tantas e tantos trabalhadores das beiras das cidades).
E mais uma vez atenção, a densidade poética, estética, reflexiva e combativa deste trabalho é sinal de que a classe trabalhadora tem sede de poesia e pensamento e que está ativa neste propósito.
Não é a toa que as parcerias são a tônica da obra. Tita juntou um punhado de camaradas das quebradas e andanças e nos entrega a narrativa poetizada da periferia em movimento. Assim, tem treta, tem trampo, tem beleza e surpresa aos que enquadram a periferia de maneira óbvia e unilateral. Aqui o sujeito periférico traça planos e projetos entre folhas e canetas, vinhos e cigarros. Por aqui a vagabundagem é uma meta a ser alcançada longe do trabalho alienado. Aqui a luta começa pra se manter vivo, mas com olhos revolucionários onde a riqueza não tem vez tampouco a miséria. Cabe sim declaração de amor e sutilezas mesmo em meio a corpos fustigados por jornadas alucinadas a bordo de trens lotados aos berros dos comandantes dos homens sanduíche. É em Guaianases que tem flor de mata atlântica e hibisco amarelo no trajeto destes pixains.
Esse trabalho condensa ao menos 10 anos de um circuito zona leste de criação e troca e luta. Seguem canções que embalaram festas do coletivo Dolores, da Nhocuné Soul, das malocas de Guaianases, MST, outros compas da leste, oeste, norte, sul e centro.
Sujeito Periférico promove encontros e emociona já de saída, pela dificuldade de criar, arranjar, produzir, gravar, pagar um CD. Emociona na chegada, por ser belo e denso, e garantir a síntese que merecemos. Um salve pro Renato que produziu o trampo em debate constante com Tita, Ronaldo e outros guerreiros e guerreiras que colaram na camaradagem. Por aqui se sabe quando o trabalho é alienado ou criativo, quando rola exploração ou construção conjunta. E este, mais um mutirão de periferia. Em luta!

credits

released November 23, 2011

Concepção musical - Tita Reis
Produção e arranjos - Renato Gama e Ronaldo Gama
Tecnica de estudio, Mixagem e master - Allyne Cassine
Projeto gráfico - Eugenio Vojkovic e Julia Saragoça
Fotos - Xandi Gonça e Quinho Gonça
Office Boy - Fernando Couto
Gravado no "House Mix Estudio" São Paulo
entre as Primaveras de 2010 e de 2011.

tags

license

all rights reserved

feeds

feeds for this album, this artist

about

Tita Reis São Paulo, Brazil

contact / help

Contact Tita Reis

Track Name: Vagabundagem
A vagabundagem
Que liberta o corpo

Gostar eu gosto
De trepar e fazer som
Necessidade, não de PAN
E sim de PÃO

Sexo pós o almoço
Bem no meio da semana
De janela aberta
Em pé, fora da cama

Estudar por que preciso
Nem carreira nem narciso
Entender o que eu digo
Pro gerente, pro mendigo

A vagabundagem
Que liberta o corpo
Track Name: Começa A Luta
Começou a luta
Tyson, Popo, Hollyfield e eu

É sempre assim
O dia consumindo
O cotidiano esmaga
A conta não paga
Abro a porta
Atiro vidraças no vizinho
E grito, pedras

Começou a luta
Tyson, Popo, Hollyfield e eu

Eu me levanto
Falo, luto e canto
Sou osso duro, de roer
Track Name: Batraquio
E São Paulo da garoa
E São Paulo meu Amor

Perdi minha identidade perto do Carandiru
Na avenida Sapopemba virei sapo cucuru
Tive ódio labareda perto da alameda Itu
Na paulista virei rato Butantan surucucu

E São Paulo da garoa
E São Paulo meu Amor

Perdi a dignidade trabalhando pra xuxu
Não robei mas deu vontade nesta terra de urubu
Eu sonhei mas a cidade me mandou tomar no...

E São Paulo da garoa
E São Paulo meu Amor

Recusei mediocridade neguei especulação
Não joguei não fiz tramoia so vivi pelo meu pão
Não vivi na marginália nem burguês nem tubarão
Não comprei nada roubado roda ou televisão

Disse sim pra pouca coisa
Se a riqueza não me atrai
A miséria tambem não